RSS

11 coisas que o Google faz e você não sabia

Procurar informações na internet não precisa ser uma tarefa complicada. Foi com esse pensamento que a Google, há 12 anos, entrou no ar com a proposta de se tornar um dos buscadores mais eficientes já vistos até então na ainda iniciante era da internet. De lá para cá, não é exagero afirmar que a empresa mudou os rumos da rede mundial de computadores e hoje dita tendências e serviços que são indispensáveis para a maioria dos usuários.

Entretanto, nem só de serviços e ferramentas conhecidas vive a Google. Prestar atenção a algumas dicas e truques da empresa pode fazer com o seu dia a dia se torne ainda mais fácil. Além de recursos vinculados à ferramenta de busca, há ainda uma série de outros serviços não tão conhecidos, mas que, sem dúvida, vale a pena conhecer e se divertir.

Busca de papéis de parede

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Que tal ampliar as possibilidades de encontrar planos de fundo para a sua Área de trabalho? No Baixaki, existe uma seção de wallpapers que conta com mais de 50 mil opções, subdivididas em 18 categorias, entre imagens oficiais e colaborações enviadas pelos usuários. Entretanto, caso essa grande quantidade não seja suficiente para você, é possível colocar o Google para trabalhar em busca da imagem ideal para o seu PC.

Você pode definir parâmetros específicos para a busca de imagens, listando assim apenas o conteúdo relacionado ao assunto que se encaixe nas dimensões pretendidas. Para isso basta digitar o termo desejado seguido de “imagesize” e a resolução pretendida. Um exemplo: se você pretende procurar fotos de gatos com resolução de 1280×1024 pixels, digite “gatos imagesize: 1280 x 1024”.

Google Insights for Search

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Quer saber quais são os termos mais relevantes na internet no momento? O Google Insights for Search é a ferramenta perfeita para descobrir isso. O recurso permite visualizar em períodos específicos o desempenho de uma determinada palavra nas mais diversas regiões do mundo.

Além disso, a diferenciação é feita por categorias, de forma que é possível analisar o contexto no qual as palavras são pesquisadas. Outra possibilidade é a comparação de mais de um termo, para que seja possível descobrir qual deles tem melhor cotação junto às pesquisas dos usuários.

A diferenciação pode ser feita ainda não apenas em termos de busca, mas também em imagens, notícias e produtos. A utilização é simples e os resultados são confiáveis, funcionando como um verdadeiro termômetro do que acontece na web.

Google Dicionário

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Preocupado com a grafia ou o significado de uma palavra? O Google oferece para você outra oportunidade de tirar todas as suas dúvidas, em diversos idiomas. Com a ferramenta Google Dictionary o usuário tem acesso a dicionários em mais de 50 idiomas, podendo ainda traduzir palavras e textos para outras línguas.

Ao buscar um termo específico, é listada uma série de páginas em que o assunto principal é a definição do termo em questão. Embora sejam muitas as opções, é importante ficar atento às respostas, uma vez que elas não passam por nenhum tipo de avaliação.

Dessa forma, é possível que algumas delas possam estar erradas ou incompletas. Cabe ao usuário selecionar e interpretar quais informações são as mais relevantes para o que está pesquisando.

Google Books

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Livros gratuitos completos, sem precisar fazer download e disponíveis em diversos idiomas, inclusive em português. O Google Books reúne na atualidade milhares de obras, sendo boa parte delas completas. Basta procurar por um livro específico ou navegar pelas categorias para encontrar obras das mais variadas áreas.

Caso a obra que você procura não esteja disponível por completo, é possível visualizar alguns trechos e, em seguida, comprar o livro em questão em uma das lojas parceiras do serviço. Embora a grande maioria seja de obras em língua inglesa, os usuários podem encontrar centenas de livros em português, entre títulos de domínio público e obras mais recentes.

Ver diversos tipos de arquivos online

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Nem sempre o computador em que você está possui todos os softwares necessários. Mesmo que você possa fazer o download de programas gratuitos, ainda assim há a possibilidade de a máquina em questão não permitir a instalação, impedindo você de continuar seu trabalho.

O Google Docs Viewer resolve problemas como esse, permitindo que o usuário possa abrir online e sem precisar estar logado arquivos de diversos formatos. As extensões suportadas são as seguintes: DOC, XLS, PPT, PDF, PAGES, AI, PSD, TIFF, DXF, SVG, EPS. TTF e XPS. Basta escolher o arquivo em questão e fazer o upload. Em seguida, um link é criado e você pode visualizá-lo em uma aba do seu navegador.

Variações do endereço de email

Que tal utilizar variações do seu endereço de email para enviar e receber mensagens? Uma possibilidade que poucos usuários conhecem é a de criar novos endereços de email a partir do seu login atual no Gmail. O grande segredo está na maneira como a Google grava os seus dados, permitindo pequenas variações no nome original.

Um exemplo: no endereço de email seuemail@gmail.com é possível incluir quantos pontos você quiser antes da arroba que, ainda assim, a mensagem será enviada corretamente para o destinatário. Assim, os endereços seu.email@gmail.com ou s.e.u.e.m.a.i.l@gmail.com também estão aptos a receber mensagens.

A dica é ideal para quem possui nomes de usuário muito longos ou com grafias em que nome e sobrenome juntos tornam a leitura mais difícil. Para utilizar a possibilidade não é preciso habilitar nada em sua conta. Basta começar a brincar.

Google e suas ferramentas essenciais

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Sem precisar instalar nada em seu computador é possível ter acesso a informações de utilidade para o seu cotidiano, como previsão do tempo em sua cidade, programação dos cinemas e até mesmo calculadoras. E você pode fazer isso apenas utilizando o campo de pesquisa da página principal do buscador.

Para encontrar a programação dos cinemas de sua cidade, basta digitar o nome do filme seguido da localidade. Entre os primeiros resultados da busca, o Google listará os principais cinemas e os horários das sessões. Basta escolher em qual deles você irá assistir ao filme.

Quer saber se precisa ou não levar o guarda-chuva? O Google também responde a essa pergunta exibindo a previsão do tempo em sua cidade, para o dia atual e os três seguintes. Basta digitar o nome da cidade que você procura seguido pela palavra tempo.

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Outra situação de emergência que, constantemente, faz com que alguns usuários se descabelem atrás de um aplicativo para resolver o problema é a conversão de unidades e medidas. Para converter distâncias ou pesos, basta solicitar essa informação diretamente no campo de busca do site. O mesmo se aplica à comparação de valores monetários.

Outra ferramenta disponível é a calculadora. Para utilizá-la, tudo o que você precisa fazer é digitar a operação em questão. No caso de contas de multiplicação e divisão, basta substituir os sinais por um asterisco (*), no caso da primeira, ou por uma barra (/), no caso da segunda.

Por fim, usuários que se interessam pelas cotações da bolsa de valores também podem ter acesso a esse tipo de conteúdo com uma simples pesquisa. Basta digitar o código da empresa no mercado de ações para conferir, em tempo real, qual é o desempenho dos índices de abertura e fechamento do dia.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/google/11331-11-coisas-que-o-google-faz-e-voce-nao-sabia.htm#ixzz2JNBwjghm

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Passa-Tempo

 

Tags: , , ,

10 Atalhos Do Windows Que Você Precisa Conhecer.

Atalhos de teclado são a essência da produtividade no PC. Enquanto novatos só conseguem usar o mouse, veteranos na área de tecnologia passam o dia de trabalho usando conjunto de combinações de teclas que realizam tarefas úteis em segundos. Muitos usuários estão no meio termo e conseguem interagir bem com o teclado, sem medo de serem felizes. As dicas a seguir podem ser usadas por todos, sem exceção.

Confira, então, os 10 atalhos de Windows bem funcionais que facilitarão sua vida e não deixarão você ultrapassado:
1. Windows + L

Quer sair da frente do PC com segurança? Afaste olhares indiscretos com este atalho rápido que bloqueia o PC instantaneamente.
2. Shift + Delete

A forma preguiçosa de deletar coisas no Windows é arrastá-la para a Lixeira. A forma mais preguiçosa ainda é selecionar o arquivo e teclar em Delete. E se você for ultrapreguiçoso – e mais esperto que um usuário médio – você pode evitar a Lixeira completamente pressionando Shift + Delete.

Você só não poderá recuperar o arquivo se o quiser depois (você pode usar o gratuito Recuva para isso), mas também não precisa se preocupar em esvaziar a Lixeira se usar este método para se livrar de arquivos indesejados.
3. Alt + F6

Caso você tenha várias janelas abertas de um mesmo programa, este atalho permite mudar entre elas rapidamente. Este atalho só vale para o Windows XP; para o Windows 7, você pode trocar entre janelas abertas de um mesmo programa pressionando Ctrl e clicando no ícone do programa.

4. Shift + Ctrl +

O Windows 7 deixou um pouco mais fácil criar novas pastas no Windows Explorer. Agora você pode só teclar Shift + Ctrl + N para criar uma nova pasta, que aparece com este nome – “Nova Pasta” – para você colocar o nome e teclar Enter para ir a sua próxima tarefa.
5. Windows + M

Você tem um monte de janelas bagunçadas em sua tela? Pressione Windows + M para minimizar todas as janelas para a Barra de Tarefas. É uma boa forma de se reorganizar, e uma forma ainda melhor de esconder o que você estiver fazendo de visitantes inesperados.

Quando você quiser todas as janelas de volta, pressione Windows + Shift + M e todas as janelas abertas serão restauradas. Este atalho funciona melhor que o Windows + D, porque sempre restaura a janela que estava ativa quando todas foram minimizadas; com o Windows + D, você nem sempre volta à janela onde estava.
6. Windows + Barra de Espaço

Se você só quer dar uma olhada na área de trabalho (por exemplo, para localizar um arquivo que você deixou lá), não precisa minimizar todas as janelas com o atalho Windows + M. Em vez disso, pressione Windows + Barra de Espaço no Windows 7, e todas as janelas abertas ficarão transparentes, para você ver através delas. Isto funciona mesmo com janelas maximizadas ou em tela cheia. Para retornar ao normal, basta soltar as teclas.
7. Windows + Shift + Esquerda ou Direita

Esta é para você que usa dois monitores para maximizar seu espaço de visão. Você, provavelmente, usa um monitor como a tela principal para trabalho, e o segundo como um espaço separado para janelas ativas. Ou talvez muda, constantemente, as janelas de um lado para outro.

Em ambos os casos, pressionar Windows + Shift + Seta para Esquerda leva a janela selecionada da tela direita para a tela da esquerda, e usar a Seta para Direita faz o inverso: leva a janela da tela direita para a esquerda. Se você só tem um monitor, use Windows + Esquerda ou Direita para deixar a janela na metade da esquerda (ou da direita) na tela.
8. Windows + 1, 2, 3 etc.

O Windows 7 apresentou uma nova função que permite fixar programas na Barra de Tarefas para acesso rápido. Uma forma ainda mais rápida de acessá-los é com este atalho de teclado: pressione Windows + 1 para abrir o primeiro programa fixado na Barra de Tarefas (da direita para a esquerda).

O Windows + 2 abre o segundo programa, Windows + 3 abre o terceiro, e assim vai. Se o programa já estiver aberto, ele será apenas ativado; se o programa tiver várias janelas, pressionar Windows + (número) vai mostrar cada uma das janelas abertas, na ordem que foram abertas (há uma forma mais rápida de acessá-las, veja o próximo atalho).
9. Windows + T

O Windows + (número) abre os programas fixados na Barra de Tarefas, mas se alguns deles já estiverem abertos, há uma forma de navegar entre elas. Pressione Windows + T e você irá para o próximo ícone fixado. À medida que você navega, se o programa estiver aberto, você verá as miniaturas – mesma coisa que acontece quando você passa o mouse por cima do ícone. Quando você chegar no programa que quer, tecle Enter para trazê-lo para a frente.
10. Windows + (+/-)

Este atalho permitirá a você uma visão ampliada do que está aberto na sua área de trabalho. Ao pressionar a tecla Windows + (+/-), você poderá aumentar o zoom e diminuir o zoom. Por que forçar a visão?

Fonte:  http://www.techninja.com.br/noticias/10-atalhos-windows-voc-precisa-conhecer/

 

Tags: , , , , ,

Como montar uma rede Wireless – [ Tutorial ]

Muitas pessoas estão com dúvida de como montar uma rede WireLess, aqui vai um tuto dando uma idéia de como se montar uma.

Fiz em cima do meu modem, mas a idéia é central para todas as redes.

1) Configuração:

Aqui você configura o Channel, SSID, SSID Broadcast e Wireless mode.

Channel:
Nada mais é do que o canal de comunicação, vai de 1 a 11, o padrão (Default) é o canal nº 6, só precisas mudar se existir outras redes wireless por perto, e que atrapalhe a sua rede.

SSID:
É o nome de sua rede, podes colocar qualquer nome, coloquei “Hack” como exemplo.

SSID Broadcast: (Enable ou Disable)
Se deixares Habilitado (Enable), qualquer placa wireless, configurado como “ANY” poderá escanear as portas e tentar entrar.
Se deixares desabilitado, os PW’s terão que ter configurado o canal e o SSID, para entrar.
Se existir esta opção em seu modem ou AP, deixe SEMPRE desabilitado.

Wireless Mode:
É a velocidade que em que será feita a conexão.
Sempre que possível, deixe o Mixed.

2) Criptografia:

Estamos falando de redes caseiras ou pequeno porte.

Existem 2 tipos de criptografia a WEP e a WPA.

A WEP aceita criptografias de até 232 bit e a WAP, até 506 bit.

A WAP, existem 2 tipos:

WAP-PSK (no server), a que usaríamos se for possível e a WAP (with Radius Server), esta precisa de um servidor RS, e o custo para nós é abusivo, só médias empresas ou acima que usam isso (Se alguêm realmente nescessitar de informações sobre este Server e seus softwares, favor PM).

Veja qual é aceita pelo seu modem ou AP e se as PW’s são compatíveis, sempre usando a maior criptografia suportada.

Aqui tem uma ótima calculadora para criar a PassPhrase mais segura.

WEP:
Muito simples de se configurar, depois de ver o tamanho da criptografia, colocar a PassPhrase, se usarmos a calculadora, pegamos a linha ASCII e mandar gerar, vai criar os 13 Hex digit pairs, serão eles que usaremos para configurar os PW’s.

WAP-PSK (no server):
Se coloca a uma quantidade de caracteres, de 8 até 63, no Pre-shared key (PSK), será esta a chave que teremos de usar na configuração da rede wire nos pc’s.
Para isso tambêm precisamos baixar uma path de atualização do Windows XP nesta página.

A ultima coisa que temos de fazer é restringir o acesso a rede wireless pelo MAC Filtering.

Você pode fazer de 2 formas isso:

1) Copiando os MAC Address pelo WireLess DHCP Client List, dizendo em qual ID ele vai ocupar.

2) Digitando no Promt DOS o comando “ipconfig /all” e copiando para a primeira ID livre o “Endereço Físico”, que nada mais é que o MAC Address.

Esta parte é a configuração de seu modem ou AP.

Para configurar o seu WinXP vou colocar o tuto da própria MS:

Driver do adaptador de rede sem fio oferece suporte à Configuração Automática sem Fio com Windows XP com SP2 (WEP).

Use o seguinte procedimento para configurar o Windows XP com SP2 na rede sem fio em modo de infra-estrutura quando o adaptador de rede sem fio oferecer suporte à Configuração Automática sem Fio:

1.
Instale o adaptador de rede sem fio no Windows XP com SP2. Esse processo inclui a instalação dos drivers adequados para o adaptador de rede sem fio de modo que ele seja exibido como uma conexão sem fio em Conexões de Rede.

2.
Quando o computador estiver dentro do raio de alcance do AP sem fio usado em sua residência ou pequena empresa, o Windows XP deverá detectá-lo e exibir a mensagem Redes sem fio detectadas na área de notificação da barra de tarefas.

3.
Clique na mensagem de notificação. Se você não for notificado, clique com o botão direito do mouse no adaptador de rede sem fio em Conexões de Rede e clique em Exibir redes sem fio disponíveis. Em qualquer dos casos, você deve ver uma caixa de diálogo com o nome da conexão sem fio.

4.
Clique duas vezes no nome da rede sem fio. O Windows XP tentará se conectar à rede sem fio.

5.
Como o Windows XP não foi configurado com a chave de criptografia WEP na rede sem fio, haverá falha na tentativa de conexão, e o Windows XP exibirá a caixa de diálogo Conexão de Rede sem Fio. Digite a chave WEP em Chave da rede e em Confirmar chave da rede e clique em Conectar.

6.
Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Conexão de Rede sem Fio for Conectada, você terá concluído a tarefa. Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Conexão de Rede sem Fio for A autenticação não foi bem-sucedida, clique em Alterar ordem das redes preferenciais na lista de Tarefas relacionadas. Na guia Redes sem Fio das propriedades do adaptador de rede sem fio, clique no nome da rede sem fio em Redes preferidas e clique em Propriedades.

7.
Em Autenticação de Rede, clique em Abrir. Em Criptografia de dados, clique em WEP. Em Chave da rede e Confirmar chave da rede, digite a chave de criptografia WEP conforme configurada no AP sem fio.

8.
Em Índice de chaves, selecione o índice de chaves correspondente à posição de memória de chave de criptografia conforme configurado no AP sem fio.

9.
Clique em OK para salvar as alterações feitas na rede sem fio.

10.
Clique em OK para salvar as alterações feitas no adaptador de rede sem fio.

Um exemplo de uma caixa de diálogo Propriedades da Rede sem Fio do Windows XP com SP2 de uma rede sem fio doméstica com a seguinte configuração:

O SSID é “O nome que você escolheu”, no caso do exemplo aqui “Hack” (Sem as aspas).

A autenticação de sistema aberto está habilitada.

O WEP está habilitado

A chave de criptografia WEP tem 104 bits de comprimento, em formato hexadecimal, usando o índice de chaves 1 (a primeira posição de chave de criptografia) e consiste na seqüência “que são os 13 Hex digit pairs”.

Configurando os clientes sem fio do Windows XP (WPA)

A configuração dos clientes sem fio do Windows XP para criptografia TKIP e autenticação de chave pré-compartilhada WPA depende de dois fatores: se você está usando o Windows XP com SP2 ou o Windows XP com SP1; se o driver do adaptador de rede sem fio oferece suporte à Configuração Automática sem Fio.
Driver do adaptador de rede sem fio oferece suporte à Configuração Automática sem Fio com Windows XP com SP2

Use o seguinte procedimento para configurar o Windows XP com SP2 na rede sem fio em modo de infra-estrutura quando o adaptador de rede sem fio oferecer suporte à Configuração Automática sem Fio:

1.
Instale o adaptador de rede sem fio no Windows XP com SP2. Esse processo inclui a instalação dos drivers adequados para o adaptador de rede sem fio de modo que ele seja exibido como uma conexão sem fio em Conexões de Rede.

2.
Quando o computador estiver dentro do raio de alcance do AP sem fio usado em sua residência ou pequena empresa, o Windows XP deverá detectá-lo e exibir a mensagem Redes sem fio detectadas na área de notificação da barra de tarefas.

3.
Clique na mensagem de notificação. Se você não for notificado, clique com o botão direito do mouse no adaptador de rede sem fio em Conexões de Rede e clique em Exibir Redes sem Fio Disponíveis. Em qualquer dos casos, você deve ver uma caixa de diálogo Escolher uma rede sem fio com o nome da rede sem fio.

4.
Clique duas vezes no nome da rede sem fio. O Windows XP tentará se conectar à rede sem fio.

5.
Como o Windows XP não foi configurado com a chave pré-compartilhada WPA na rede sem fio, haverá falha na tentativa de conexão, e o Windows XP exibirá a caixa de diálogo Conexão de rede sem fio. Digite a chave pré-compartilhada WPA em Chave da rede e em Confirmar chave da rede e clique em Conectar.

6.
Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Escolher uma rede sem fio for Conectada, você terá concluído a tarefa. Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Escolher uma rede sem fio for A autenticação não foi bem-sucedida, clique em Alterar ordem das redes preferenciais na lista de Tarefas relacionadas. Na guia Redes sem Fio das propriedades do adaptador de rede sem fio, clique no nome da rede sem fio em Redes preferidas e clique em Propriedades.

7.
Em Autenticação de Rede, clique em WPA-PSK. Em Criptografia de dados, clique em TKIP.

8.
Em Chave da rede, digite a chave pré-compartilhada WPA conforme configurada no AP sem fio. Em Confirmar chave da rede, redigite a chave pré-compartilhada WPA.

9.
Clique em OK para salvar as alterações feitas na rede sem fio.

10.
Clique em OK para salvar as alterações feitas no adaptador de rede sem fio.

Um exemplo de uma caixa de diálogo Propriedades da Rede sem Fio do Windows XP SP2 de uma rede sem fio doméstica com a seguinte configuração:

O SSID é “O nome que você escolheu”, no caso do exemplo aqui “Hack” (Sem as aspas).

WPA com autenticação de chave pré-compartilhada está habilitado

O TKIP está habilitado

Uma chave pré-compartilhada WPA, que seria a pre-shared key (PSK)

————————————————————————————————————————————————

Não esqueça de configurar o DHCP do modem ou AP, a maioria das telas de configuração do DHCP, é igual a abaixo.

Dica:

No DHCP, coloque o range do DHCP Server Parameters, o nº de pc’s pendurados na rede, aqui seriam 3 pc’s e o range ficaria entre:

192.168.1.2 e 192.168.1.4, sempre com o Lease Time (tempo de validade do IP) o maior possível, eu nunca coloco “Forever”.

————————————————————————————————————————————————

Fonte: http://adrenaline.uol.com.br/forum/internet-redes/84964-como-montar-uma-rede-wireless-tutorial.html

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Windows 7

 

Tags: , , , , , ,

Principais inimigos da sua rede wireless

Nas situações mais comuns, existem 11 canais disponíveis para uso, e a maioria dos roteadores vem pré-configurados para usar o canal 6. Sabendo acessar o utilitário ou página de configuração do seu roteador sem fio, você pode mudar para qualquer outro canal e reduzir a interferência ou competição com os roteadores dos seus vizinhos.

 


1- O inimigo número um de sua rede Wireless. São seus vizinhos.

Nas situações mais comuns, existem 11 canais disponíveis para uso, e a maioria dos roteadores vem pré-configurados para usar o canal 6. Sabendo acessar o utilitário ou página de configuração do seu roteador sem fio, você pode mudar para qualquer outro canal e reduzir a interferência ou competição com os roteadores dos seus vizinhos. E se não souber reconfigurar, basta convidar o seu sobrinho ou cunhado nerd para um café – ele lhe pedirá o manual e a senha, você dirá que não sabe onde estão, ele fará um comentário jocoso, pesquisará um pouco na web e logo resolverá a situação.

2- Antenas Baixas

Um dos mantras repetidos à exaustão pelos manuais de pontos de acesso serefere a localização do equipamento. Quanto mais altas as antenas estiveremposicionadas, menos barreiras o sinal encontrará no caminho até os computadores.Trinta centímetros podem fazer enorme diferença.

3- Eletrônicos domésticos

Será que seu microondas, telefone sem fio ou babá eletrônica estão sabotando seus downloads?  Talvez.
A maioria dos problemas com telefones sem fio e fornos de microondas envolve produtos que operam na frequência de 2.4 GHz. A maioria das babás eletrônicas opera a 900 Mhz e não irá interferir com o Wi-Fi. Entretanto, alguns modelos operam a 2.4 GHz, o que pode interferir com redes 802.11g ou 802.11n de canal único.
A solução: ao comprar uma babá eletrônica, procure modelos que operem na faixa de 900 Mhz. O mesmo vale para telefones sem fio: modelos mais recentes operam na faixa de 1.9 GHz, e não irão interferir nas frequências de 2.4 ou 5.8 GHz.

4- Dispositivos Bluetooth

Dispositivos Bluetooth mais antigos interferiam em redes Wi-Fi, mas isso é passado. “Nos últimos anos os fabricantes de aparelhos Bluetooth e Wi-Fi implementaram técnicas específicas para minimizar a interferência”
A solução: “a maioria das pessoas troca seus celulares a cada dois anos, então a não ser que você tenha um celular com Bluetooth ou headset Bluetooth muito antigo, é improvável que ele vá interferir com sua rede Wi-Fi”

5- Micro no Chão

O principio das antenas dos pontos de acesso que quanto mais alta melhor,também vale para as placas e os adaptadores colocados nos micros. Se o seudesktop é do tipo torre e fica no chão e o seu dispositivo não vier acompanhado de um fio longo, é recomendável usar um cabo de extensão USB para colocar a antena numa posição mais favorável.

6- Água

Grandes recipientes com água, como aquários e bebedouros, são inimigos da boapropagação do sinal de Wireless. Evite que esse tipo de material possa virar umabarreira no caminho entre o ponto de acesso é as maquinas da rede.

7- Humanos.

Se você se lembra das aulas de ciência, deve saber que o corpo humano é composto em sua maioria por água, entre 45 e 75 por cento dependendo de sua idade e porte físico. E a água também pode prejudicar o desempenho de uma rede Wi-Fi.
Digamos que você está dando uma festa e a sala está lotada. Tantas pessoas juntas podem reduzir a intensidade do sinal Wi-Fi, mas este é um caso extremo. Quando estamos fazendo testes de Wi-Fi no laboratório e queremos resultados muito precisos, temos que tomar cuidado para não ficar em frente à antena, porque isso modifica visivelmente os resultados”, adiciona.

8- Árvores e vidros.

O vidro é outro material que pode influenciar negativamente na qualidade dosinal. Na ligação entre dois prédios por wireless, eles se somam a árvores altas, oque compromete a transmissão do sinal de uma antena para outra.

9- Concreto e Trepadeira

Eis uma combinação explosiva para a rede Wireless. Se o concreto e as plantas mais vistosas já costumam prejudicar a propagação das ondas quando estão sozinhos, imagine o efeito somado. Pode ser um verdadeiro firewall…

10. Ajustes de segurança.

Em alguns roteadores mais baratos, segurança mais forte pode afetar moderadamente o desempenho. Entretanto, isto não significa que você deve desligar a segurança completamente, ou usar segurança mais fraca.

Nos últmos anos, os protocolos WPA (Wireless Protected Access) e WPA2 substituíram o mais antigo e menos seguro WEP (Wireless Encryption Protocol). Em roteadores baratos que usam WEP como padrão, mudar para WPA pode afetar um pouquinho o desempenho. Em contraste, aparelhos mais robustos tem hardware especificamente projetado para criptografia WPA e WPA2, e como resultado os protocolos de segurança mais sofisticados não devem prejudicar o desempenho da rede.

11. Firmware antigo

Por que atualizar o firmware do roteador?  Bem, melhorias de desempenho e ocasionalmente um ou outro novo recurso são bons motivos. Sempre que você tiver um problema, verifique se está usando uma versão recente do firmware. Às vezes há bugs aqui e ali, e o fabricante do roteador já pode ter disponibilizado uma solução.

Read more: http://news.dsystem.com.br/1800/principais-inimigos-da-sua-rede-wireless.html#ixzz2JN8v17d4

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Windows 7, Windows XP

 

Tags: , , , , , , ,

Editores de fotos Online

Clique aqui: download_icon23

Editores de fotos online.
É um site muito fácil de mexer e muito rapido.

Caption.iT   Montagens de Fotos para Orkut   Imagens e textos para Orkut

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Editores - Fotos

 

Tags: , , , ,

Alguém pode me ajudar?

Dia a Dia

800px-Iris_-_right_eye_of_a_girl

Pedido de Depoimentos

Eu gostaria de depoimentos sobre a ”cirurgia refrativa”, seja ela Lasik ou PRK.

Estou pensando seriamente em fazer a cirurgia,ainda nao sei qual será indicada pra mim…

Mas tenho algumas duvidas como…

1 – alergia (ao laser) apos a cirurgia.

2 – dificuldades para dirigir a noite.

3 – halos, visão dupla, etc

4 –  quanto tempo durou (totalidade) sua recuperação.

O que vc puder me descrever, o dia em que fez a cirurgia, tempo de duração, cidade e estado onde vc operou, queixas, enfim, tudo o que se lembrar. Isso pode não só ajudar a mim, mas muitas outras pessoas que querem fazer que ainda restam duvidas.

Obs, se vc tiver mais sugestões de questões não hesite em me deixar um recado.

Obrigada e aguardo por vc

 

Fiz minha cirurgia e contei meus sintomas na categoria RECUPERAÇÃO FEMTO LASIK.

Aqui está outro link do vídeo da minha cirurgia
Link: http://diariodapatthy.wordpress.com/2013/12/13/video-da-cirurgia/

Ver o post original

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 27, 2013 em Uncategorized

 

O que significa o erro “memória virtual baixa” e como resolvê-lo?

Aumentando a memória virtual:

Iniciar -> Painel de Controle -> Sistema -> aba Avançado -> na área Desempenho, clique em Configurações -> aba Avançado -> na área Memória Virtual, clique em Alterar.

OBS: Se o seu painel de controle está no modo de visualização por categorias, faça este procedimento (Windows XP):

Desempenho e manutenção -> Sistema -> aba Avançado -> na área Desempenho, clique em Configurações -> aba Avançado -> na área Memória Virtual, clique em Alterar.

Vá em “tamanho personalizado”. Se o seu HD possui uma capacidade de 40GB ou superior, defina tamanho inicial 2000MB (2 GB) e tamanho máximo 4000MB (4 GB). Assim, você terá uma memória de no máximo 4GB, muito alta. Você poderá deixar vários programas abertos sem forçar tanto sua memória.

Você também poderá alterar sua memória virtual caso ache que ela esteja muito alta. Baixando aos poucos, você irá encontrar uma configuração ideal para o seu PC.

Fonte: Wikipedia

 
Deixe um comentário

Publicado por em junho 26, 2012 em Dicas Diversas, Windows XP

 

Tags: , , , , , ,