RSS

Arquivo da tag: você pode

11 coisas que o Google faz e você não sabia

Procurar informações na internet não precisa ser uma tarefa complicada. Foi com esse pensamento que a Google, há 12 anos, entrou no ar com a proposta de se tornar um dos buscadores mais eficientes já vistos até então na ainda iniciante era da internet. De lá para cá, não é exagero afirmar que a empresa mudou os rumos da rede mundial de computadores e hoje dita tendências e serviços que são indispensáveis para a maioria dos usuários.

Entretanto, nem só de serviços e ferramentas conhecidas vive a Google. Prestar atenção a algumas dicas e truques da empresa pode fazer com o seu dia a dia se torne ainda mais fácil. Além de recursos vinculados à ferramenta de busca, há ainda uma série de outros serviços não tão conhecidos, mas que, sem dúvida, vale a pena conhecer e se divertir.

Busca de papéis de parede

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Que tal ampliar as possibilidades de encontrar planos de fundo para a sua Área de trabalho? No Baixaki, existe uma seção de wallpapers que conta com mais de 50 mil opções, subdivididas em 18 categorias, entre imagens oficiais e colaborações enviadas pelos usuários. Entretanto, caso essa grande quantidade não seja suficiente para você, é possível colocar o Google para trabalhar em busca da imagem ideal para o seu PC.

Você pode definir parâmetros específicos para a busca de imagens, listando assim apenas o conteúdo relacionado ao assunto que se encaixe nas dimensões pretendidas. Para isso basta digitar o termo desejado seguido de “imagesize” e a resolução pretendida. Um exemplo: se você pretende procurar fotos de gatos com resolução de 1280×1024 pixels, digite “gatos imagesize: 1280 x 1024”.

Google Insights for Search

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Quer saber quais são os termos mais relevantes na internet no momento? O Google Insights for Search é a ferramenta perfeita para descobrir isso. O recurso permite visualizar em períodos específicos o desempenho de uma determinada palavra nas mais diversas regiões do mundo.

Além disso, a diferenciação é feita por categorias, de forma que é possível analisar o contexto no qual as palavras são pesquisadas. Outra possibilidade é a comparação de mais de um termo, para que seja possível descobrir qual deles tem melhor cotação junto às pesquisas dos usuários.

A diferenciação pode ser feita ainda não apenas em termos de busca, mas também em imagens, notícias e produtos. A utilização é simples e os resultados são confiáveis, funcionando como um verdadeiro termômetro do que acontece na web.

Google Dicionário

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Preocupado com a grafia ou o significado de uma palavra? O Google oferece para você outra oportunidade de tirar todas as suas dúvidas, em diversos idiomas. Com a ferramenta Google Dictionary o usuário tem acesso a dicionários em mais de 50 idiomas, podendo ainda traduzir palavras e textos para outras línguas.

Ao buscar um termo específico, é listada uma série de páginas em que o assunto principal é a definição do termo em questão. Embora sejam muitas as opções, é importante ficar atento às respostas, uma vez que elas não passam por nenhum tipo de avaliação.

Dessa forma, é possível que algumas delas possam estar erradas ou incompletas. Cabe ao usuário selecionar e interpretar quais informações são as mais relevantes para o que está pesquisando.

Google Books

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Livros gratuitos completos, sem precisar fazer download e disponíveis em diversos idiomas, inclusive em português. O Google Books reúne na atualidade milhares de obras, sendo boa parte delas completas. Basta procurar por um livro específico ou navegar pelas categorias para encontrar obras das mais variadas áreas.

Caso a obra que você procura não esteja disponível por completo, é possível visualizar alguns trechos e, em seguida, comprar o livro em questão em uma das lojas parceiras do serviço. Embora a grande maioria seja de obras em língua inglesa, os usuários podem encontrar centenas de livros em português, entre títulos de domínio público e obras mais recentes.

Ver diversos tipos de arquivos online

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Nem sempre o computador em que você está possui todos os softwares necessários. Mesmo que você possa fazer o download de programas gratuitos, ainda assim há a possibilidade de a máquina em questão não permitir a instalação, impedindo você de continuar seu trabalho.

O Google Docs Viewer resolve problemas como esse, permitindo que o usuário possa abrir online e sem precisar estar logado arquivos de diversos formatos. As extensões suportadas são as seguintes: DOC, XLS, PPT, PDF, PAGES, AI, PSD, TIFF, DXF, SVG, EPS. TTF e XPS. Basta escolher o arquivo em questão e fazer o upload. Em seguida, um link é criado e você pode visualizá-lo em uma aba do seu navegador.

Variações do endereço de email

Que tal utilizar variações do seu endereço de email para enviar e receber mensagens? Uma possibilidade que poucos usuários conhecem é a de criar novos endereços de email a partir do seu login atual no Gmail. O grande segredo está na maneira como a Google grava os seus dados, permitindo pequenas variações no nome original.

Um exemplo: no endereço de email seuemail@gmail.com é possível incluir quantos pontos você quiser antes da arroba que, ainda assim, a mensagem será enviada corretamente para o destinatário. Assim, os endereços seu.email@gmail.com ou s.e.u.e.m.a.i.l@gmail.com também estão aptos a receber mensagens.

A dica é ideal para quem possui nomes de usuário muito longos ou com grafias em que nome e sobrenome juntos tornam a leitura mais difícil. Para utilizar a possibilidade não é preciso habilitar nada em sua conta. Basta começar a brincar.

Google e suas ferramentas essenciais

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Sem precisar instalar nada em seu computador é possível ter acesso a informações de utilidade para o seu cotidiano, como previsão do tempo em sua cidade, programação dos cinemas e até mesmo calculadoras. E você pode fazer isso apenas utilizando o campo de pesquisa da página principal do buscador.

Para encontrar a programação dos cinemas de sua cidade, basta digitar o nome do filme seguido da localidade. Entre os primeiros resultados da busca, o Google listará os principais cinemas e os horários das sessões. Basta escolher em qual deles você irá assistir ao filme.

Quer saber se precisa ou não levar o guarda-chuva? O Google também responde a essa pergunta exibindo a previsão do tempo em sua cidade, para o dia atual e os três seguintes. Basta digitar o nome da cidade que você procura seguido pela palavra tempo.

11 coisas que o Google faz e você não sabia (Fonte da imagem: Google / Reprodução)

Outra situação de emergência que, constantemente, faz com que alguns usuários se descabelem atrás de um aplicativo para resolver o problema é a conversão de unidades e medidas. Para converter distâncias ou pesos, basta solicitar essa informação diretamente no campo de busca do site. O mesmo se aplica à comparação de valores monetários.

Outra ferramenta disponível é a calculadora. Para utilizá-la, tudo o que você precisa fazer é digitar a operação em questão. No caso de contas de multiplicação e divisão, basta substituir os sinais por um asterisco (*), no caso da primeira, ou por uma barra (/), no caso da segunda.

Por fim, usuários que se interessam pelas cotações da bolsa de valores também podem ter acesso a esse tipo de conteúdo com uma simples pesquisa. Basta digitar o código da empresa no mercado de ações para conferir, em tempo real, qual é o desempenho dos índices de abertura e fechamento do dia.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/google/11331-11-coisas-que-o-google-faz-e-voce-nao-sabia.htm#ixzz2JNBwjghm

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Passa-Tempo

 

Tags: , , ,

Principais inimigos da sua rede wireless

Nas situações mais comuns, existem 11 canais disponíveis para uso, e a maioria dos roteadores vem pré-configurados para usar o canal 6. Sabendo acessar o utilitário ou página de configuração do seu roteador sem fio, você pode mudar para qualquer outro canal e reduzir a interferência ou competição com os roteadores dos seus vizinhos.

 


1- O inimigo número um de sua rede Wireless. São seus vizinhos.

Nas situações mais comuns, existem 11 canais disponíveis para uso, e a maioria dos roteadores vem pré-configurados para usar o canal 6. Sabendo acessar o utilitário ou página de configuração do seu roteador sem fio, você pode mudar para qualquer outro canal e reduzir a interferência ou competição com os roteadores dos seus vizinhos. E se não souber reconfigurar, basta convidar o seu sobrinho ou cunhado nerd para um café – ele lhe pedirá o manual e a senha, você dirá que não sabe onde estão, ele fará um comentário jocoso, pesquisará um pouco na web e logo resolverá a situação.

2- Antenas Baixas

Um dos mantras repetidos à exaustão pelos manuais de pontos de acesso serefere a localização do equipamento. Quanto mais altas as antenas estiveremposicionadas, menos barreiras o sinal encontrará no caminho até os computadores.Trinta centímetros podem fazer enorme diferença.

3- Eletrônicos domésticos

Será que seu microondas, telefone sem fio ou babá eletrônica estão sabotando seus downloads?  Talvez.
A maioria dos problemas com telefones sem fio e fornos de microondas envolve produtos que operam na frequência de 2.4 GHz. A maioria das babás eletrônicas opera a 900 Mhz e não irá interferir com o Wi-Fi. Entretanto, alguns modelos operam a 2.4 GHz, o que pode interferir com redes 802.11g ou 802.11n de canal único.
A solução: ao comprar uma babá eletrônica, procure modelos que operem na faixa de 900 Mhz. O mesmo vale para telefones sem fio: modelos mais recentes operam na faixa de 1.9 GHz, e não irão interferir nas frequências de 2.4 ou 5.8 GHz.

4- Dispositivos Bluetooth

Dispositivos Bluetooth mais antigos interferiam em redes Wi-Fi, mas isso é passado. “Nos últimos anos os fabricantes de aparelhos Bluetooth e Wi-Fi implementaram técnicas específicas para minimizar a interferência”
A solução: “a maioria das pessoas troca seus celulares a cada dois anos, então a não ser que você tenha um celular com Bluetooth ou headset Bluetooth muito antigo, é improvável que ele vá interferir com sua rede Wi-Fi”

5- Micro no Chão

O principio das antenas dos pontos de acesso que quanto mais alta melhor,também vale para as placas e os adaptadores colocados nos micros. Se o seudesktop é do tipo torre e fica no chão e o seu dispositivo não vier acompanhado de um fio longo, é recomendável usar um cabo de extensão USB para colocar a antena numa posição mais favorável.

6- Água

Grandes recipientes com água, como aquários e bebedouros, são inimigos da boapropagação do sinal de Wireless. Evite que esse tipo de material possa virar umabarreira no caminho entre o ponto de acesso é as maquinas da rede.

7- Humanos.

Se você se lembra das aulas de ciência, deve saber que o corpo humano é composto em sua maioria por água, entre 45 e 75 por cento dependendo de sua idade e porte físico. E a água também pode prejudicar o desempenho de uma rede Wi-Fi.
Digamos que você está dando uma festa e a sala está lotada. Tantas pessoas juntas podem reduzir a intensidade do sinal Wi-Fi, mas este é um caso extremo. Quando estamos fazendo testes de Wi-Fi no laboratório e queremos resultados muito precisos, temos que tomar cuidado para não ficar em frente à antena, porque isso modifica visivelmente os resultados”, adiciona.

8- Árvores e vidros.

O vidro é outro material que pode influenciar negativamente na qualidade dosinal. Na ligação entre dois prédios por wireless, eles se somam a árvores altas, oque compromete a transmissão do sinal de uma antena para outra.

9- Concreto e Trepadeira

Eis uma combinação explosiva para a rede Wireless. Se o concreto e as plantas mais vistosas já costumam prejudicar a propagação das ondas quando estão sozinhos, imagine o efeito somado. Pode ser um verdadeiro firewall…

10. Ajustes de segurança.

Em alguns roteadores mais baratos, segurança mais forte pode afetar moderadamente o desempenho. Entretanto, isto não significa que você deve desligar a segurança completamente, ou usar segurança mais fraca.

Nos últmos anos, os protocolos WPA (Wireless Protected Access) e WPA2 substituíram o mais antigo e menos seguro WEP (Wireless Encryption Protocol). Em roteadores baratos que usam WEP como padrão, mudar para WPA pode afetar um pouquinho o desempenho. Em contraste, aparelhos mais robustos tem hardware especificamente projetado para criptografia WPA e WPA2, e como resultado os protocolos de segurança mais sofisticados não devem prejudicar o desempenho da rede.

11. Firmware antigo

Por que atualizar o firmware do roteador?  Bem, melhorias de desempenho e ocasionalmente um ou outro novo recurso são bons motivos. Sempre que você tiver um problema, verifique se está usando uma versão recente do firmware. Às vezes há bugs aqui e ali, e o fabricante do roteador já pode ter disponibilizado uma solução.

Read more: http://news.dsystem.com.br/1800/principais-inimigos-da-sua-rede-wireless.html#ixzz2JN8v17d4

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Windows 7, Windows XP

 

Tags: , , , , , , ,