RSS

Arquivo da tag: o canal

Como montar uma rede Wireless – [ Tutorial ]

Muitas pessoas estão com dúvida de como montar uma rede WireLess, aqui vai um tuto dando uma idéia de como se montar uma.

Fiz em cima do meu modem, mas a idéia é central para todas as redes.

1) Configuração:

Aqui você configura o Channel, SSID, SSID Broadcast e Wireless mode.

Channel:
Nada mais é do que o canal de comunicação, vai de 1 a 11, o padrão (Default) é o canal nº 6, só precisas mudar se existir outras redes wireless por perto, e que atrapalhe a sua rede.

SSID:
É o nome de sua rede, podes colocar qualquer nome, coloquei “Hack” como exemplo.

SSID Broadcast: (Enable ou Disable)
Se deixares Habilitado (Enable), qualquer placa wireless, configurado como “ANY” poderá escanear as portas e tentar entrar.
Se deixares desabilitado, os PW’s terão que ter configurado o canal e o SSID, para entrar.
Se existir esta opção em seu modem ou AP, deixe SEMPRE desabilitado.

Wireless Mode:
É a velocidade que em que será feita a conexão.
Sempre que possível, deixe o Mixed.

2) Criptografia:

Estamos falando de redes caseiras ou pequeno porte.

Existem 2 tipos de criptografia a WEP e a WPA.

A WEP aceita criptografias de até 232 bit e a WAP, até 506 bit.

A WAP, existem 2 tipos:

WAP-PSK (no server), a que usaríamos se for possível e a WAP (with Radius Server), esta precisa de um servidor RS, e o custo para nós é abusivo, só médias empresas ou acima que usam isso (Se alguêm realmente nescessitar de informações sobre este Server e seus softwares, favor PM).

Veja qual é aceita pelo seu modem ou AP e se as PW’s são compatíveis, sempre usando a maior criptografia suportada.

Aqui tem uma ótima calculadora para criar a PassPhrase mais segura.

WEP:
Muito simples de se configurar, depois de ver o tamanho da criptografia, colocar a PassPhrase, se usarmos a calculadora, pegamos a linha ASCII e mandar gerar, vai criar os 13 Hex digit pairs, serão eles que usaremos para configurar os PW’s.

WAP-PSK (no server):
Se coloca a uma quantidade de caracteres, de 8 até 63, no Pre-shared key (PSK), será esta a chave que teremos de usar na configuração da rede wire nos pc’s.
Para isso tambêm precisamos baixar uma path de atualização do Windows XP nesta página.

A ultima coisa que temos de fazer é restringir o acesso a rede wireless pelo MAC Filtering.

Você pode fazer de 2 formas isso:

1) Copiando os MAC Address pelo WireLess DHCP Client List, dizendo em qual ID ele vai ocupar.

2) Digitando no Promt DOS o comando “ipconfig /all” e copiando para a primeira ID livre o “Endereço Físico”, que nada mais é que o MAC Address.

Esta parte é a configuração de seu modem ou AP.

Para configurar o seu WinXP vou colocar o tuto da própria MS:

Driver do adaptador de rede sem fio oferece suporte à Configuração Automática sem Fio com Windows XP com SP2 (WEP).

Use o seguinte procedimento para configurar o Windows XP com SP2 na rede sem fio em modo de infra-estrutura quando o adaptador de rede sem fio oferecer suporte à Configuração Automática sem Fio:

1.
Instale o adaptador de rede sem fio no Windows XP com SP2. Esse processo inclui a instalação dos drivers adequados para o adaptador de rede sem fio de modo que ele seja exibido como uma conexão sem fio em Conexões de Rede.

2.
Quando o computador estiver dentro do raio de alcance do AP sem fio usado em sua residência ou pequena empresa, o Windows XP deverá detectá-lo e exibir a mensagem Redes sem fio detectadas na área de notificação da barra de tarefas.

3.
Clique na mensagem de notificação. Se você não for notificado, clique com o botão direito do mouse no adaptador de rede sem fio em Conexões de Rede e clique em Exibir redes sem fio disponíveis. Em qualquer dos casos, você deve ver uma caixa de diálogo com o nome da conexão sem fio.

4.
Clique duas vezes no nome da rede sem fio. O Windows XP tentará se conectar à rede sem fio.

5.
Como o Windows XP não foi configurado com a chave de criptografia WEP na rede sem fio, haverá falha na tentativa de conexão, e o Windows XP exibirá a caixa de diálogo Conexão de Rede sem Fio. Digite a chave WEP em Chave da rede e em Confirmar chave da rede e clique em Conectar.

6.
Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Conexão de Rede sem Fio for Conectada, você terá concluído a tarefa. Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Conexão de Rede sem Fio for A autenticação não foi bem-sucedida, clique em Alterar ordem das redes preferenciais na lista de Tarefas relacionadas. Na guia Redes sem Fio das propriedades do adaptador de rede sem fio, clique no nome da rede sem fio em Redes preferidas e clique em Propriedades.

7.
Em Autenticação de Rede, clique em Abrir. Em Criptografia de dados, clique em WEP. Em Chave da rede e Confirmar chave da rede, digite a chave de criptografia WEP conforme configurada no AP sem fio.

8.
Em Índice de chaves, selecione o índice de chaves correspondente à posição de memória de chave de criptografia conforme configurado no AP sem fio.

9.
Clique em OK para salvar as alterações feitas na rede sem fio.

10.
Clique em OK para salvar as alterações feitas no adaptador de rede sem fio.

Um exemplo de uma caixa de diálogo Propriedades da Rede sem Fio do Windows XP com SP2 de uma rede sem fio doméstica com a seguinte configuração:

O SSID é “O nome que você escolheu”, no caso do exemplo aqui “Hack” (Sem as aspas).

A autenticação de sistema aberto está habilitada.

O WEP está habilitado

A chave de criptografia WEP tem 104 bits de comprimento, em formato hexadecimal, usando o índice de chaves 1 (a primeira posição de chave de criptografia) e consiste na seqüência “que são os 13 Hex digit pairs”.

Configurando os clientes sem fio do Windows XP (WPA)

A configuração dos clientes sem fio do Windows XP para criptografia TKIP e autenticação de chave pré-compartilhada WPA depende de dois fatores: se você está usando o Windows XP com SP2 ou o Windows XP com SP1; se o driver do adaptador de rede sem fio oferece suporte à Configuração Automática sem Fio.
Driver do adaptador de rede sem fio oferece suporte à Configuração Automática sem Fio com Windows XP com SP2

Use o seguinte procedimento para configurar o Windows XP com SP2 na rede sem fio em modo de infra-estrutura quando o adaptador de rede sem fio oferecer suporte à Configuração Automática sem Fio:

1.
Instale o adaptador de rede sem fio no Windows XP com SP2. Esse processo inclui a instalação dos drivers adequados para o adaptador de rede sem fio de modo que ele seja exibido como uma conexão sem fio em Conexões de Rede.

2.
Quando o computador estiver dentro do raio de alcance do AP sem fio usado em sua residência ou pequena empresa, o Windows XP deverá detectá-lo e exibir a mensagem Redes sem fio detectadas na área de notificação da barra de tarefas.

3.
Clique na mensagem de notificação. Se você não for notificado, clique com o botão direito do mouse no adaptador de rede sem fio em Conexões de Rede e clique em Exibir Redes sem Fio Disponíveis. Em qualquer dos casos, você deve ver uma caixa de diálogo Escolher uma rede sem fio com o nome da rede sem fio.

4.
Clique duas vezes no nome da rede sem fio. O Windows XP tentará se conectar à rede sem fio.

5.
Como o Windows XP não foi configurado com a chave pré-compartilhada WPA na rede sem fio, haverá falha na tentativa de conexão, e o Windows XP exibirá a caixa de diálogo Conexão de rede sem fio. Digite a chave pré-compartilhada WPA em Chave da rede e em Confirmar chave da rede e clique em Conectar.

6.
Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Escolher uma rede sem fio for Conectada, você terá concluído a tarefa. Se a mensagem de status da rede sem fio na caixa de diálogo Escolher uma rede sem fio for A autenticação não foi bem-sucedida, clique em Alterar ordem das redes preferenciais na lista de Tarefas relacionadas. Na guia Redes sem Fio das propriedades do adaptador de rede sem fio, clique no nome da rede sem fio em Redes preferidas e clique em Propriedades.

7.
Em Autenticação de Rede, clique em WPA-PSK. Em Criptografia de dados, clique em TKIP.

8.
Em Chave da rede, digite a chave pré-compartilhada WPA conforme configurada no AP sem fio. Em Confirmar chave da rede, redigite a chave pré-compartilhada WPA.

9.
Clique em OK para salvar as alterações feitas na rede sem fio.

10.
Clique em OK para salvar as alterações feitas no adaptador de rede sem fio.

Um exemplo de uma caixa de diálogo Propriedades da Rede sem Fio do Windows XP SP2 de uma rede sem fio doméstica com a seguinte configuração:

O SSID é “O nome que você escolheu”, no caso do exemplo aqui “Hack” (Sem as aspas).

WPA com autenticação de chave pré-compartilhada está habilitado

O TKIP está habilitado

Uma chave pré-compartilhada WPA, que seria a pre-shared key (PSK)

————————————————————————————————————————————————

Não esqueça de configurar o DHCP do modem ou AP, a maioria das telas de configuração do DHCP, é igual a abaixo.

Dica:

No DHCP, coloque o range do DHCP Server Parameters, o nº de pc’s pendurados na rede, aqui seriam 3 pc’s e o range ficaria entre:

192.168.1.2 e 192.168.1.4, sempre com o Lease Time (tempo de validade do IP) o maior possível, eu nunca coloco “Forever”.

————————————————————————————————————————————————

Fonte: http://adrenaline.uol.com.br/forum/internet-redes/84964-como-montar-uma-rede-wireless-tutorial.html

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Windows 7

 

Tags: , , , , , ,

Principais inimigos da sua rede wireless

Nas situações mais comuns, existem 11 canais disponíveis para uso, e a maioria dos roteadores vem pré-configurados para usar o canal 6. Sabendo acessar o utilitário ou página de configuração do seu roteador sem fio, você pode mudar para qualquer outro canal e reduzir a interferência ou competição com os roteadores dos seus vizinhos.

 


1- O inimigo número um de sua rede Wireless. São seus vizinhos.

Nas situações mais comuns, existem 11 canais disponíveis para uso, e a maioria dos roteadores vem pré-configurados para usar o canal 6. Sabendo acessar o utilitário ou página de configuração do seu roteador sem fio, você pode mudar para qualquer outro canal e reduzir a interferência ou competição com os roteadores dos seus vizinhos. E se não souber reconfigurar, basta convidar o seu sobrinho ou cunhado nerd para um café – ele lhe pedirá o manual e a senha, você dirá que não sabe onde estão, ele fará um comentário jocoso, pesquisará um pouco na web e logo resolverá a situação.

2- Antenas Baixas

Um dos mantras repetidos à exaustão pelos manuais de pontos de acesso serefere a localização do equipamento. Quanto mais altas as antenas estiveremposicionadas, menos barreiras o sinal encontrará no caminho até os computadores.Trinta centímetros podem fazer enorme diferença.

3- Eletrônicos domésticos

Será que seu microondas, telefone sem fio ou babá eletrônica estão sabotando seus downloads?  Talvez.
A maioria dos problemas com telefones sem fio e fornos de microondas envolve produtos que operam na frequência de 2.4 GHz. A maioria das babás eletrônicas opera a 900 Mhz e não irá interferir com o Wi-Fi. Entretanto, alguns modelos operam a 2.4 GHz, o que pode interferir com redes 802.11g ou 802.11n de canal único.
A solução: ao comprar uma babá eletrônica, procure modelos que operem na faixa de 900 Mhz. O mesmo vale para telefones sem fio: modelos mais recentes operam na faixa de 1.9 GHz, e não irão interferir nas frequências de 2.4 ou 5.8 GHz.

4- Dispositivos Bluetooth

Dispositivos Bluetooth mais antigos interferiam em redes Wi-Fi, mas isso é passado. “Nos últimos anos os fabricantes de aparelhos Bluetooth e Wi-Fi implementaram técnicas específicas para minimizar a interferência”
A solução: “a maioria das pessoas troca seus celulares a cada dois anos, então a não ser que você tenha um celular com Bluetooth ou headset Bluetooth muito antigo, é improvável que ele vá interferir com sua rede Wi-Fi”

5- Micro no Chão

O principio das antenas dos pontos de acesso que quanto mais alta melhor,também vale para as placas e os adaptadores colocados nos micros. Se o seudesktop é do tipo torre e fica no chão e o seu dispositivo não vier acompanhado de um fio longo, é recomendável usar um cabo de extensão USB para colocar a antena numa posição mais favorável.

6- Água

Grandes recipientes com água, como aquários e bebedouros, são inimigos da boapropagação do sinal de Wireless. Evite que esse tipo de material possa virar umabarreira no caminho entre o ponto de acesso é as maquinas da rede.

7- Humanos.

Se você se lembra das aulas de ciência, deve saber que o corpo humano é composto em sua maioria por água, entre 45 e 75 por cento dependendo de sua idade e porte físico. E a água também pode prejudicar o desempenho de uma rede Wi-Fi.
Digamos que você está dando uma festa e a sala está lotada. Tantas pessoas juntas podem reduzir a intensidade do sinal Wi-Fi, mas este é um caso extremo. Quando estamos fazendo testes de Wi-Fi no laboratório e queremos resultados muito precisos, temos que tomar cuidado para não ficar em frente à antena, porque isso modifica visivelmente os resultados”, adiciona.

8- Árvores e vidros.

O vidro é outro material que pode influenciar negativamente na qualidade dosinal. Na ligação entre dois prédios por wireless, eles se somam a árvores altas, oque compromete a transmissão do sinal de uma antena para outra.

9- Concreto e Trepadeira

Eis uma combinação explosiva para a rede Wireless. Se o concreto e as plantas mais vistosas já costumam prejudicar a propagação das ondas quando estão sozinhos, imagine o efeito somado. Pode ser um verdadeiro firewall…

10. Ajustes de segurança.

Em alguns roteadores mais baratos, segurança mais forte pode afetar moderadamente o desempenho. Entretanto, isto não significa que você deve desligar a segurança completamente, ou usar segurança mais fraca.

Nos últmos anos, os protocolos WPA (Wireless Protected Access) e WPA2 substituíram o mais antigo e menos seguro WEP (Wireless Encryption Protocol). Em roteadores baratos que usam WEP como padrão, mudar para WPA pode afetar um pouquinho o desempenho. Em contraste, aparelhos mais robustos tem hardware especificamente projetado para criptografia WPA e WPA2, e como resultado os protocolos de segurança mais sofisticados não devem prejudicar o desempenho da rede.

11. Firmware antigo

Por que atualizar o firmware do roteador?  Bem, melhorias de desempenho e ocasionalmente um ou outro novo recurso são bons motivos. Sempre que você tiver um problema, verifique se está usando uma versão recente do firmware. Às vezes há bugs aqui e ali, e o fabricante do roteador já pode ter disponibilizado uma solução.

Read more: http://news.dsystem.com.br/1800/principais-inimigos-da-sua-rede-wireless.html#ixzz2JN8v17d4

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 29, 2013 em Windows 7, Windows XP

 

Tags: , , , , , , ,